Ingredientes a evitar

08.11.2020 | Ingredientes a evitar nos cuidados da pele com Dermatite Atópica                                                                                                 A pele é o maior órgão do nosso corpo, e tem como função servir de barreira à entrada de microrganismos, agentes irritativos e alergénios bem como minimizar a perda de água transepidérmica.

A Dermatite Atópica (DA) é caracterizada por um enfraquecimento da função de barreira da pele e por uma hipersensibilidade a estímulos irritativos (como componentes de determinados produtos) ou ambientais (ex. ácaros, pólen, variação de temperatura, etc.), que não é encontrada nas peles sem esta patologia. Para o controlo da DA é, portanto, muito importante que seja evitado o contacto com agentes agressivos que possam agravar o defeito de barreira e irritar a pele.

Lembrando que a pele é um pouco ácida (tem um pH entre 4,7 e 5,75), é por exemplo importante evitar a utilização de sabões alcalinos ou com potentes surfactantes (laurilsulfato de sódio), pois irritam a pele e aumentam o prurido (comichão). Os surfactantes em geral são responsáveis pela capacidade dos produtos de limpeza originarem espuma no duche.

Para ajudar na escolha dos produtos mais apropriados para DA, e por ser difícil saber o que pode irritar a pele, deixamos abaixo um conjunto de indicações e recomendações que podem ser seguidas, sempre com acompanhamento por um especialista médico.

Ingredientes de produtos que devem ser evitados nos cuidados de uma pele com DA 1,2:

  • Fragrâncias sintéticas
  • Óleos essenciais (as fragâncias naturais também podem ser agentes irritantes)
  • Retinoides (relacionados com Vitamina A)
  • Cocoamidopropil betaína (agente de espuma frequente em shampoos)
  • Propilenoglicol
  • Etanol (muito presente em géis desinfectantes e produtos de “toque seco”)
  • Lanolina
  • Ureia (concentração superior a 10%)
  • Laurilsulfato de sódio (surfactante)
  • Conservantes como Kathon CG (metilcloroisotiazolinona/metilisotiazolinona) e Metilisotiazolinona
  • Libertadores de formaldeído (quaternium 15, imidazolinidil ureia, DMD hidantoína)

Onde podemos encontrar estes ingredientes? 1,2

  • Cosméticos – Cremes, pomadas, loções, unguentos, maquilhagem, máscaras faciais e capilares, batons, sombras, rímel, bronzeadores, desmaquilhantes, bronzeadores, protetores solares, vernizes, pó talco, gel para cabelo, cremes anti envelhecimento.
  • Produtos de higiene – Champôs, condicionadores, gel de banho, sabonetes líquidos, pastas de dentes, desodorizantes, antitranspirantes, toalhitas húmidas, toalhitas para bebés, desinfetantes para mãos.
  • Detergentes – Para roupa, louça, para a casa e industriais.
  • Outros produtos – Polimentos, ceras, tintas, produtos de tratamento de animais domésticos, ambientadores

Cada caso é um caso, e por isso cada pessoa pode reagir de forma diferente ao contacto com estes ingredientes potencialmente agressivos.

Cuidados a ter:

  • Prestar atenção à composição dos produtos aplicados na pele, ou em contacto com esta.
  • Ler sempre os rótulos das embalagens.
  • Testar o produto numa pequena área da pele.
  • Em caso de reação, informar os profissionais de saúde que tratam ou acompanham a sua DA e/ou alergia de contacto.

Validado pelos Conselheiros Científicos da ADERMAP.

Fontes:

Publicação: 8 novembro 2020 | Última atualização: não aplicável

Conteúdo da página em PDF