Quem Somos

Até julho de 2018, não existia uma organização ou grupo associativo dedicado a ajudar a responder aos desafios que a Dermatite Atópica (DA) representa tanto para as pessoas que vivem diretamente com esta doença como para aqueles que indiretamente são afetados pela mesma, familiares, amigos, empregadores, entre outros.

Tendo isto em consideração, e aproveitando a constituição do primeiro Dia Mundial da Dermatite Atópica (14 de setembro de 2018), um grupo de pessoas com dermatite atópica e familiares criou em julho de 2018 a ADERMAP - Associação Dermatite Atópica Portugal, uma associação sem fins lucrativos cujo principal objetivo é apoiar e defender os direitos, necessidades e preocupações das pessoas que (con)vivem com DA.

Através de uma estratégia e plano de ações concertados, a ADERMAP visa ajudar a aproximar e capacitar a comunidade de DA em Portugal, bem como a promover a troca de experiências, a investigação e a partilha de informação sobre esta doença, e sobre as formas de tratamento e controlo, esperando assim ajudar a aumentar os outcomes de saúde, nomeadamente no que toca à qualidade de vida das pessoas afetadas por esta doença, e pelas suas comorbilidades.

O grupo fundador acredita que apenas através da colaboração e da otimização de esforços é possível acrescentar valor e ter um impacto positivo na área que ocupa a ADERMAP. Assim, a estratégia e planos de atividades definidos pela Associação são pautados pela promoção do estabelecimento ab initio de parcerias com organizações relevantes como sejam sociedades médicas, academia e Institutos de Investigação, organizações privadas, entidades governamentais, outras Associações de Doentes e da sociedade civil, profissionais de saúde e pessoas que sofrem com esta doença.

A ADERMAP é presidida por Joana Camilo, também ela um testemunho de vida com DA.